Simplifica

☀ ESPAÇO DIGITAL, parte um – o computador + armazenamento externo.

1 de Dezembro, 2019

Decidi começar uma série de organização e limpeza aqui no blog. É um tema que tenho pesquisado e que gosto muito de ver. Procuro sempre novas formas de manter-me organizada e de criar um espaço mais limpo para que consiga trabalhar sem pensar em coisas aleatórias. Esta série vai tocar em tudo, desde espaço físico até as coisas que te vai na mente: como podes limpar e organizar toda a tua vida para iniciar 2020 com um espaço e uma mente livre de coisas desnecessárias.

                  Durante este mês, dezembro, é quando me vou focar mais em trazer conteúdo deste. Ainda assim, vai ser uma série de artigos que vou tentar atualizar sempre que posso e sempre com coisas atualizadas, testando métodos ou pequenos truques para simplificar o dia-a-dia.
                  Um dos espaços que me deixa mais a desejar porque é basicamente uma ferramenta de trabalho é o computador. Todos os meus projetos, os meus trabalhos, coisas de escola, memórias, músicas, ficheiros importantes, está tudo aqui. Então convém que eu tenha um sistema fácil de organização e que me permita encontrar o que preciso, quando preciso.

COISAS BÁSICAS:


1. Limpar o desktop. 

                 É importante tentar deixar sempre o desktop vazio e limpo, já que é uma das razões pela qual o computador fica mais lento e dá um aspeto muito desorganizado. Vê quais são os ficheiros que fazem falta, os que não fazem vão diretamente para a Reciclagem. Aqueles que não deves apagar, envia-os já para a pasta de Documentos.

2. Limpar as Transferências.

                 Esta pasta é a que fica mais desorganizada mais rapidamente. Qualquer transferência feita (caso não tenhas alterado as definições) vai parar ali e facilmente fica cheia de ficheiros desnecessários. Como é o procedimento normal, apaga as coisas desnecessárias e o que é preciso guardar, envia diretamente para os Documentos.

3. Desinstala programas que não usas.

                 Uma das grandes razões de os computadores ficarem lentos, além de ter imensas fotografias e vídeos, é o facto de ter programas instalados, por vezes programas bem pesados, que já nem sequer usamos mais. É tal e qual como as aplicações no telemóvel, em que temos aquele joguinho porque podemos vir a precisar de matar tempo um dia. Apaga. Se não utilizaste nos últimos 5 meses, não vais precisar tão rapidamente. Caso venhas a precisar, voltas a instalar. Não adianta estar ocupar espaço e a pesquisar atualizações sozinho, se não usas o programa.
Falo no caso do meu computador, há coisas que já vinham instaladas e que não quero desinstalar porque tenho medo de causar problemas, então deixo estar. No entanto, há programas que tenho instalados que foi por minha causa, então faço um scan daquilo que já não preciso e apago.

FICHEIROS:

                 4. Vamos agora à pasta de Documentos e ver tudo o que está lá. Novamente, o que não é necessário é para apagar, o que é necessário fica.
                 5. Ao ver os ficheiros que ficaram, cria um sistema de organização adequado a ti e às tuas necessidades, que seja simples e rápido de chegar lá. Coloca nomes específicos e percetíveis nas pastas, de maneira que consigas perceber o que tem dentro.
                 6. Passa os documentos para as pastas novas que criaste ou as que já tinhas. Não te esqueças de ser bastante seletivo no que deve ficar ou não. No meu caso, até adiciono um ícone diferente só para meter a pasta mais bonitinha e conseguir identificar só de ver as imagens. É uma parolice minha.

 

FOTOGRAFIAS:

                 6. Vê as fotografias que queres manter, apaga as desnecessárias ou repetidas. Se tens fotos de grupo ou mesmo fotos tuas que são várias na mesma pose ou com o mesmo enquadramento, fica com a melhor e apaga o resto.
                 7. Eu acho preferível organizar por ano. Criei pastas para todos os anos desde que tenho fotos. A partir daí, coloco as fotografias nos respetivos anos e, caso algumas delas sejam mais específicas como aniversários, festas, viagens, etc, crio uma pasta com um nome alusivo a essas fotografias e coloco-as lá.

 

MÚSICA:

                 8. Eu uso mais o Spotify agora, ainda assim, quando faço download de músicas para colocar na pen do carro, guardo as músicas por ordem alfabética e tem resultado para mim. Quando tenho muitas músicas do mesmo artista, coloco mesmo o nome dele numa pasta e as músicas dentro.

 

ATUALIZAÇÕES:

                 9. Uma coisa que acho que é importante e muita gente se esquece é que, caso não atualizem os programas que têm, as versões anteriores acabam por ficar com erros, parar e deixar de funcionar. Por isso, é sempre bom que atualizem todas os programas ou até mesmo do próprio sistema do computador que restaram na vossa lista ou que estás adiar ao tempo.

NAVEGADOR DE INTERNET:

                 10. Ver a página de Marcadores e verificar se ainda são necessários os guardados. Organiza também por pastas, sendo mais fácil procurar algum site que precises.
                  11. Eliminar a lista de transferências, já que não é necessário ter guardado o registo.
                 12. Eliminar dados de navegação (cookies, imagens e ficheiros em caché, histórico, etc) de forma a deixar o navegador mais rápido no processamento da informação.
                 13. Vê as extensões que tens instaladas e se ainda as utilizas. Há coisas que já não fazem mais sentido na tua vida e escusam de ocupar espaço que precisas para outras coisas.

CARTÕES MEMÓRIA + PEN’S:

                 14. É basicamente fazer as coisas anteriores de verificar os ficheiros, apagar os desnecessários e criar pastas para os organizar. Caso seja necessário, enviar os mesmo para o computador para ter uma cópia a salvo.

DISCO EXTERNO:

                 15. Aqui, é exatamente o caso dos cartões de memória e das pen’s, a única diferença é que os discos externos servem para fazer uma cópia da base de dados do computador inteiro. É uma forma de ter as coisas guardadas, além de poder guardar coisas mais pesadas que não sejam sempre precisas como filmes ou vídeos, ou, até mesmo, fotografias. 


                16. A minha dica final é mesmo tentar fazer isto mais vezes: organizar o desktop e as transferências semanalmente, fazer backups mensais, etc. Desta forma está tudo direitinho e guardado com a sua frequência. 


                 Só para clarificar: isto é o sistema que uso de organização, se já tens o teu, não precisas de alterar só porque eu mencionei o meu! Além disso, este artigo teve piada para mim porque estive a fazer uma limpeza geral enquanto o escrevia. Não toquei em todos os pontos porque seria muito para fazer numa só tarde, mas em breve fá-lo-ei. Espero que tenham gostado da primeira publicação da minha nova série SIMPLIFICA. Caso queiram podem partilhar nas redes sociais e deixar comentários sobre os vossos métodos de organização digital ou até de coisas que eu devia falar nesta série!

Até já,

 

    Diz o que pensas! ;)

    %d bloggers like this: